VERSOS POÉTICOS – Contra-Ponto

  •  Te conheço pouco, rainha
  •   – quase nada  – ,
  • Mas, das tuas coisas
  •       – mesmo que breves  –
  • ficaram-me as que gosto
  • e outras,
  • que correção daria.
  •  
  • Nas primeiras:
  • do teu tornozelo, a dimensão, a forma;
  • do teu cabelo, o fio, o corte;
  • da tua conversa, o interesse, o em comum;
  • do teu companheirismo, o desprendimento, a exercitação; e
  • do teu ser boa mãe, o determinismo, a demonstração.
  •  
  • Nas que carecem reparo:
  • da tua varanda, a inexistente planta, o desdém;
  • da tua taça de vinho, a estranha pescaria, a inusitada ação;
  • do teu se aculturar, o direcionamento, o motivo;
  • da tua ausência, o passivo silêncio, a ativa lembrança; e
  • do teu caminho, o outro lugar, o que não é o meu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *