VERSOS POÉTICOS – Sonho Bom de Menina

  • Fui para te ver e te vi, menina.
  • Cheiroso, mais do que poderia,
  • Esperançoso, muito mais do que devia,
  • Tímido, como me caberia.
  •  
  • E, você, toque estético da noite,
  • – como só você aprendeu ser –
  • Trocou de roupa, me beijou, sem emoção, nem abraço,
  • Falou-me, coisas comuns, cheias de graça.
  •  
  • Depois a perdi de vista,
  • Pensei,  foi-se embora
  • –  como se tivesse sido escolhido para ir junto  –
  • Dei-me a dançar, tomado de alegre tristeza.
  •  
  • Mais tarde, no final da noite, maravilhosamente, ainda estava lá,
  • E me fez voltar, feliz pra casa,
  • Com um beijo na face, de boa noite,
  • Com um afago de até amanhã.
  • E sozinho, danei-me a fazer mais farra, querida
  • Como se me acompanhasse -.
  • E, bobo de felicidade,
  • Pra comemorar,
  • Fui tomar cerveja gelada,
  • Fui comer fatada quente,
  • Fui ouvir tolas estórias,
  • Fui dormir de manhã.
  •  
  • Volte mais, menina. Sempre!
  • Mesmo que só nos meus sonhos, como um anjo bom que é,
  • Até com falta de ar, pode ser,
  • Como me apareceu ontem, enquanto dormia, me consolando
  • Pela perda de um amor sem juízo.
  •  
  • Volte, sempre às minhas festas juninas, menina.  Sempre!
  • Meu amor por você, solitário, imaturo, inconfessável,
  • Sem perigo nem dolo, até paternal,
  • O tempo todo, todo o tempo,
  • Não vai, não foi, não quer ir embora.
  • Não arde, me acalenta,
  •  – que nem quero que vá.
  • Quero mais que fique!  –
  • Já é muito do pouco que me resta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *